Arquivo da categoria: Calcinha branca

Lasciva*

Lascívia. s.f. lubricidade, sensualidade, libidinagem, ardor fogoso.

Sílvia riu. Que palavra. Pousou o dicionário no peito, mexeu os pés, fez ponta de bailarina. Eita livro pra ser chato. Romance besta. Mas lascívia era uma palavra legal (repetiu baixinho). Boa de falar, soava bem. Grifou, respirou fundo e correu pra se arrumar. Estava atrasada, como sempre.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Calcinha branca

Aparição

Um dia dois anjos transaram em cima da copa de uma árvore da 107 norte.

Isso foi em noite estrelada, cinco pessoas viram.
Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Calcinha branca

Ficamos

– Que horas são?

– Hora da gente começar tudo de novo, ao que parece.

– Tô falando sério, você imagina que horas sejam?

– Olha, o que a tua boceta tá dizendo é que é hora de começar tudo de novo.

– É incrível isso, né? Se alguém me contasse eu não acreditaria.

– Isso, da gente não cansar nunca?

– Isso de eu ficar encharcada só por você me olhar, a essa altura. Mas sim, claro, é incrível que a gente não se canse nunca. É realmente incrível.

– E delicioso, meu deus, como isso é delicioso!

– Mas você acha que são que horas?

– Eu acho que tá de noite. Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Calcinha branca

A festa – trama pornô musicada em 3 atos

Texto: Ágata Benício

Argumento e Direção: Ágata Benício e Hetera

Música: “Deixa eu te beijar onde eu quiser” – Ágata Benício e Tiago Moria

 

PERSONAGENS

 

NINA, a anfitriã, com ideias. Fodelante.

TAÍS, a amiga da anfitriã, com ideias. Fodelante.

CARLA, a aniversariante.

SANDRA, convidada, fodelante.

BEBETE, convidada, fodelante.

ARMANDO, convidado, fodelante.

GABRIEL, convidado, fodelante.

JOÃO, convidado, fodelante.

PAULO, convidado, fodelante.

LÚCIO, convidado, fodelante.

 

PRIMEIRO ATO – A TRAMA

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Calcinha branca

Um lance científico

(No boteco)

– Então, o que eu tava te dizendo é que eu pensei em escrever um lance erótico, sabe? Aquilo que eu tinha te falado ontem.

– Sei.

– Um texto, um conto, uma nota, sei lá. Algo que levante paus e molhe bocetas! Umas palavras que façam o cara ficar de pau duro e deixem a garota de calcinha encharcada. Só de ler, entende? Não seria sensacional?

– Um texto pra ficar de pau duro..

– Claro, pau duro seria sucesso demais, mas o texto tem que conseguir ao menos umas contrações mais baixas, umas imaginações, uns bicos duros, salivações, não sei. Se a menina começar a dar uma repuxadinha nos pentelhos, então é isso, chegamos lá. Entende o ponto?

– Sei… E ? Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Calcinha branca

Foda Sagrada

from: Ágata Benício <benicio…@gmail.com>

to: Hetera <xxxhete…@gmail.com>

date: Sat, Mar 24, at 11:20 PM

subject: foda sagrada

Gata,

Aconteceu hoje a coisa mais fantástica. Preciso contar, veja se não é inacreditável. Hoje, por volta do meio dia, duas pessoas transavam dentro de um carro, como se não houvesse amanhã (juro), em plena W3. É sério. E elas eram tão lindas, Hetera, elas eram tão livres, elas eram tão sãs! Foi assim: eu estava a pé, indo pro meu carro. De repente, sinto um movimento, uma perturbação. É algo sobre este carro que está logo à minha frente. Eu diminuo o passo, com medo, medo urbano, medo de sempre. Mas vejo que é diferente, que tem algo diferente, as janelas estão semiabertas, tem calor, tem umidade, tem movimento, que som é esse? Eu chego mais perto, não entendo muito, aperto os olhos e súbito identifico. Duas pessoas trepando.

Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Calcinha branca